28/11/2011 - Quilombolas começam a planejar o Circuito de Turismo de base comunitária

No primeiro módulo da oficina de planejamento, que ocorreu entre 27 e 29 de setembro, as comunidades definiram primeiras etapas. Para isso contaram com a ajuda do consultor Fernando Kanni e dos técnicos do ISA. Elas definiram os valores que nortearão a atividade, os objetivos e as estratégias que serão adotadas para o desenvolvimento da atividade turística nas comunidades quilombolas.

Como valores/forças para o desenvolvimento do turismo quilombola de base comunitária se destacam: história de luta, força e sobrevivência da comunidade (antepassados); costumes, tradições, modos de vida; conhecimento popular ou tradicional; vivenciar novas situações e emoções/cotidiano quilombola; existência de um mundo diferente; receptividade/hospitalidade do povo; conservação e uso sustentável do meio ambiente. As comunidades também estabeleceram seus objetivos estratégicos: melhoria da qualidade de vida (complementação de renda e trabalho, alternativa para fixação dos jovens/integração familiar, infraestrutura das comunidades, etc); promoção de um modelo de desenvolvimento sustentável, de respeito e integração do homem com a natureza e de cooperação comunitária com a articulação para que se desenvolvam de forma igualitária; resgate da autoestima, da união/convivência entre comunidades e seus membros e a memória histórica/cultural quilombola; e, servir de instrumento de educação tanto para os visitantes quanto para as comunidades visitadas.

A oficina também contou com a participação de um empreendedor local, do Bairro da Serra, próximo ao Petar (Parque Estadual do Alto Ribeira), que fez um relato de como funciona seu planejamento e a sua importância para alcançar os resultados propostos.

Na sequência, o grupo de turismo da comunidade de Ivaporunduva fez um relato do histórico de sua atividade com turismo, apontando as principais dificuldades e os sucessos obtidos.

Em seguida foram definidas coletivamente as estratégias de curto, médio e longo prazo que serão trabalhadas pelas comunidades. (veja no quadro abaixo). Elas serão detalhadas nos próximos módulos, que também tratarão de Gestão Socioambiental e Plano de Marketing para o turismo de base comunitária das seis comunidades. O próximo módulo está previsto para os dias 13 e 14 de outubro.