02/04/2012 - Quilombos do Vale do Ribeira lançam o Circuito Quilombola

O circuito turístico de base comunitária, lançado entre 27 e 29 de março, integra seis comunidades da região e, além dos atrativos naturais, oferece a chance de conhecer a história e a cultura dos quilombos

Depois de três anos de capacitações, planejamento e formatação dos produtos, os quilombos de André Lopes, Ivaporunduva, Mandira, Pedro Cubas, São Pedro, Sapatu e a Associação de Monitores Ambientais de Eldorado (Amamel), localizados no Vale do Ribeira, lançaram sua iniciativa de turismo comunitário, resultado de projeto desenvolvido pelo ISA em parceria com as comunidades quilombolas.

O lançamento aconteceu entre os dias 27 e 29 de março no Quilombo de Ivaporunduva, em Eldorado/SP. O Conselho Gestor do Circuito, representantes das seis comunidades, da Amamel, do ISA e dos demais parceiros estiveram presentes ao evento que marcou o lançamento do catálogo dos atrativos e do site do circuito. Veja aqui o catálogo com todos os atrativos do circuito.

Formado por 65 atrativos culturais, naturais, gastronômicos e o calendário de festas quilombolas, o circuito vai incrementar a geração de renda nas comunidades ao mesmo tempo em que possibilita ao visitante conhecer a história de luta dos quilombos pela manutenção de sua cultura e de seus territórios. São atrativos de forte potencial turístico como cachoeiras, trilhas em Mata Atlântica preservada, bóia-cross, apresentações culturais tradicionais, visita às roças e culinária típica das comunidades.


Ditão recebe convidados na Pousada de Ivaporunduva para o lançamento do circuito

A expectativa dos quilombolas presentes ao lançamento, entretanto, vai além do retorno econômico da atividade. “O turismo é pra ser só mais uma fatia no bolo que é o orçamento familiar”, afirma Ditão, liderança quilombola de Ivaporunduva. “As coisas em relação ao turismo foram acontecendo conforme a necessidade, devagarzinho”. Para Edvina Tiê, a Diva, de Pedro Cubas de Cima, o turismo deve servir também para fixar os jovens no território e envolvê-los nas questões comunitárias.

Na opinião de Edi Freitas, que representou a Fundação Palmares no lançamento, o Circuito Quilombola é uma experiência única no Brasil e o turismo de base comunitária é uma alternativa de desenvolvimento viável para essas comunidades. “O turismo é uma das alternativas de desenvolvimento que estão geralmente localizadas em espaços de grande potencial natural porque são protegidos pelas comunidades, que têm uma relação muito forte com o espaço e a natureza”.

Serviço

Circuito Quilombola – integra os quilombos André Lopes, Ivaporunduva, Mandira, Pedro Cubas, Pedro Cubas de Cima, São Pedro e Sapatu

Trabalha com grupos pré-agendados

Mais informações: www.circuitoquilombola.org.br

Contato: circuitoquilombola@quilombosdoribeira.org.br